Top 10: Jogos que mereciam remake! (pt1)

4 06 2009

Hoje damos início à nossa terceira lista top 10! Antes de qualquer coisa, agradecemos as visitas e os comentários em nossa lista anterior (Top 10 jogos que mereciam mais atenção) e esperamos que essa lista seja tão apreciada quanto a outra.
Uma coisa é certa, como na outra lista, grandes jogos ficarão de fora, e outros grandes jogos serão citados, os jogos favoritos de muitos ficarão de fora e alguns que aparecerão serão questionados, isso é normal. O nosso critério continua o mesmo, gosto pessoal, então vocês já sabem, caso algum clássico fique de fora, o motivo dele ter sido excluído, ou melhor dizendo, não incluído.

Comecemos então, como de costume, com os três jogos que abrem nossa lista!

10 – Toejam & Earl (Mega Drive)

toe

Toejam & Earl foi um jogo bastante inovador quando lançado em 1991, pois ao mesmo tempo em que quebrava a monotonia dos já saturados side-scrollers, apresentava também outros aspectos nunca antes vistos ou bem trabalhados nos jogos até então produzidos.

A história do jogo é bastante simples, em uma viagem espacial, a nave dos aliens Toejam e Earl cai no planeta Terra, e agora para que seja possível voltarem a seu planeta de origem, Funkatron, terão de recuperar as partes e montar novamente seu veículo.

O conceito do jogo é bastante simples, você pode andar livremente pelo mundo apresentado, e precisa encontrar os elevadores para subir ou descer à próxima tela, se naquele “andar” houver uma peça da nave, o jogo dará alguma dica, no mais, você é livre para ir e voltar a hora que quiser à qualquer lugar. Os inimigos tem bastante variedade e podem ser derrotados mais facilmente com alguns tipos de itens que são coletados através de presentes.

Os gráficos com certeza são a parte mais fraca do jogo, mesmo se tratando de um jogo tão antigo quanto este (18 anos de idade), as sprites são pequenas e muito pixelizadas, e os ambientes do jogo são muito repetitivos, sendo praticamente todos os lugares cobertos pela mesma grama, todo lugar parece o mesmo. Apesar disso tudo, ainda existem coisas legais, a direção do jogo é completamente orientada pela cultura urbana do início dos anos 90, a se reparar pelo estilo e “roupas” dos personagens principais e o estilo dos menus, o que dá um certo charme ao jogo.

No quesito som a coisa muda totalmente, pois a trilha sonora deste jogo é um show à parte, as músicas são extremamente viciantes e possuem um estilo bem funk/jazz, e mostram algo bem diferente das trilhas sonoras da época. Os efeitos sonoros também são excelentes para época, e também ajudam no clima de humor do jogo.

Outro aspecto fantástico do jogo, é o modo 2 players, onde cada um dos jogadores é livre para fazer o que quiser, sendo que quando não estão na mesma tela ela se divide, e cada um pode explorar o mundo do jogo da maneira que bem entender, algo inédito para a época. Além disso, vale lembrar que as fases são todas randômicas, ou seja a cada vez que você joga, tudo muda, o que faz o jogo ser totalmente diferente a cada gameplay.

A parte triste depois de ler tanta coisa legal a respeito de um jogo antigo como Toe Jam & Earl é saber que os produtores não continuaram a série neste mesmo estilo, e preferiram lançar jogos mais genéricos que não tiveram a repercussão e a boa aceitação dos fãs, sendo assim, foram colocados na geladeira do mundo dos games e sem grandes chances de voltarem em um título de grande expressão.

Acreditamos que se debut da dupla fosse relançado de maneira adaptada para os dias atuais, com sprites em alta definição, uma jogabilidade mais adequada, a mesma trilha sonora, porém remixada e mantivesse os aspectos que tornaram desse jogo um clássico; Seria possível colocar a série de volta na rota dos grandes sucessos. E tomara que a SEGA se toque disso, pois muita gente ainda tem as melhores lembranças possíves deste jogo.

9 – H.E.R.O. (Atari)

hero

H.E.R.O. foi lançado em 1984 e, quando chegou ao Atari 2600, se tornou o jogo predileto da maioria dos proprietários do console. A jogabilidade era, como era costume na época, bem simples. Você tinha que usar um helicóptero que trazia acoplado às suas costas para navegar pela tela salvando prisioneiros. Também parte de seus equipamentos era alguma coisa que soltava raios aparentemente de seus olhos, é difícil dizer detalhes quando se trata de um jogo de Atari, mesmo que seja um dos mais bem programados, como é o caso de H.E.R.O.

Os prisioneiros que você tinha obrigação de salvar ficavam ao fim de cada fase e, para chegar até eles, você deveria superar obstáculos e inimigos. Usando dinamites você explode barreiras radioativas (tá, essa parte é creditada à minha imaginação de criança) que te matavam caso você as tocasse, usando seu laser você matava inimigos que, nessa época, eram apenas aranhas e morcegos, mas nossa vontade por um remake parte do principío que H.E.R.O. tem muito potencial para ser um jogo fenomenal.

Assim como Bionic Commando recentemente, H.E.R.O. poderia ser a prova de que remakes são possíveis em duas frentes: tanto versões HD para download como um jogo completamente novo inspirado no original. Uma versão HD, com um bom update gráfico que, mesmo assim, ainda o mantivesse fiel ao original, seria um excelente começo, mas o que abre mais o leque de possibilidades é uma nova versão realmente recriada do 0.

Imaginem um herói com um helicóptero portátil que você pudesse incrementar (talvez trocar por algo mais potente depois, te permitindo voar mais rápido e maiores distâncias), uma carga ameaçadora de explosivos, lançando laser pelos olhos! Coloque meu nome na lista, seria compra certa pra mim!

8 – Loaded (PSOne, Saturn)

Loaded_Coverart

Lembro da primeira vez que joguei Loaded em meu primeiro Playstation. Era um tipo de jogo que eu não via já a algum tempo, um topdown shooter que era pura ação, repleto de personagens bizarros que estariam em casa num filme como Rejeitados Pelo Diabo, um bebêzão gigante de fralda e rifle de plasma chamado Mamma, um palhaço demoníaco com uma bazuca, um monstrengo com mandíbulas de metal carregando mísseis, um cowboy morto vivo com um 45 em cada mão (meu eterno personagem preferido), um velho careca de vestidinho rosa com um lança chamas e uma loirinha siliconada com uma arma chamada Hail Flail, seja isso o que for. Desnecessário apontar o quão doente era o jogo a esse ponto.

Uma vez que começava a ação, você estava num manicômio fuzilando os malucos em camisas de força e outros brutamontes armados com canos, além de turrets e uns guardinhas irritantes… ah, vale a pena dizer: tudo isso regado à muito sangue e efeitos sonoros bem adequados às mortes, já que suas armas deixavam seus inimigos transformados em poças ensanguentadas no chão. Precisa-se de mais motivos para um remake? Sim? Pois então junte à isso uma bela dose de dificuldade e uma trilha sonora fenomenal por uma grande banda desconhecida chamada Pop Will Eat Itself (nota do n0153: uma das minhas bandas prediletas, se vocês já viram um filme chamado Requiem Para Um Sonho, vocês conhecem um pouco do trabalho do homem principal da banda, que fez sua trilha sonora).

Enfim, como se não bastasse isso tudo, Loaded é o tipo de jogo que cairia como uma luva para os videogames modernos caso inserissem modos como Coop-Online, Deathmatch, Capture the Flag apenas para citar alguns, portanto, Interplay, se você está lendo isso, pare de ignorar meus e-mails, refaça esse jogo. Agora.

P.S.: Aqui está a segunda parte:

Parte 2 – 7, 6, 5


Actions

Information

9 responses

4 06 2009
Ivan

Essa lista precisa dos Metal Gear de MSX em algum ponto…

4 06 2009
[Damaged]

sem duvidas…Zelda tbm eh necessario, a link to the past ou ocarina mesmo(q axo q eh o mais pedido) podiam tbm fazer um de jogos “esqcidos” pra relembrar de como eram bons ^^ como jersey devil e Die Hard Trilogy😄

4 06 2009
J Secrets

Caras, Toejam e Hero são games daqueles fáceis de lembrar ao se pensar em grandes games do passado… mas Loaded, vocês cavaram do meu cerébro tão fundo que quase deu dor de cabeça lembrar dele. Muito boa citação!

Só quero ver mais um game underground dos 16 bits na lista, e fico contente. Hehe!
Tá ótimo, por enquanto.😄

Mas e aí, Rock’n’Roll Racing seria uma boa pedida?

4 06 2009
C.P.Jr.

Loaded, cara, eh um jogo q eu sempre gostei… e foi a lembranca dele q retirou de vez da lista outro classico como Smash TV!Rock ‘n Roll Racing sempre forte canditado esse tipo de lista!😉

4 06 2009
jaunzim

hiuaHE posta depois screenshot de vc comentando o loaded no meu album do orkut… HAIUEHAUIe

5 06 2009
Top 10: Jogos que mereciam remake! (pt2) « XMBuzz

[…] Parte 1 – 10, 9 e 8 […]

7 06 2009
Top 10: Jogos que mereciam remake! (pt3) « XMBuzz

[…] Parte 1 – 10, 9 e 8 Parte 2 – 7, 6 e 5 […]

8 06 2009
Top 10: Jogos que mereciam remake! (pt4) « XMBuzz

[…] Parte 1 – 10, 9 e 8 Parte 2 – 7, 6 e 5 Parte 3 – 4, 3 e 2 […]

9 06 2009
Carlos

Pooootz, Toe Jam&Earl é clássico demais… eu tenho o jogo no Wii e me divirto como naquela época. Muito bom mesmo!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




%d bloggers like this: